segunda-feira, 25 de fevereiro de 2008

Ai, ai, ai...

Salvador Dali-Relogio



  • Os franceses são conhecidos por serem descorteses, mas a atitude de Nicolas Sarkozy foi bárbara. Caindo sua popularidade, perto das eleições municipais, Sarkozy saiu pela feira de Paris apertando as mãos de eleitores, ao aproximar-se de um senhor (também descortês) que lhe teria dito: - Afaste-se de mim! ou Não toque em mim! - Sarcozy, disse para o homem: - Saia daqui! - bela diplomacia do presidente;
  • Mais um roubo na Petrobrás: outro lacre rompido, com computadores da Petrobrás... esses crimes comuns estão em nada comum, devido ação tão incomum - acho que deveriam levar a sério a opção de espionagem industrial - com a divulgação mundial de nossa bio-tecnologia, muitos olhos se acenderam pra gente;
  • Brasil e Argentina fazem um pacto muuuiiito estranho. Vamos emprestar energia para los hermanos por tempo indeterminado, que um dia (sei) pagarão. Como Leticia falou em seu blog: se eu que sou cidadão brasileiro não pagar minha conta em dia terei o fornecimento cortado. Comércio é comércio, se temos energia em excesso - vendamos a bom preço aos demais, pois eles não teriam peninha de nós, não... diriam que a los monos la vara!
  • Por que os erros teimam em se repetir? O Governo do Rio deu aos "agentes de saúde" poder para entrar em casas que se neguem a atendê-los, isso aconteceu no começo do Século XX, Rui Barbosa foi contra (mas na época a população colocou-se contra tais medidas, devido ao machismo e não queriam que as mulheres mostrassem seus braços para homens as vacinar), hoje a criminalidade é quem faz com que as casas se fechem... Há de ser feito algo sério em relação à dengue, haja vista que o controle deve ser doméstico, pois é em caixas dágua e em recipientes domésticos que as larvas crescem, pois o Aedes é bonequeiro, só se reproduz em água limpa e sem cloro...
  • Uma empresa de publicidade - que a Receita Federal considera inativa, pois nunca apresentou rendimentos ou impostos - apresentou notas fiscais da campanha de José Serra, ao governo do Estado de São Paulo - esquema muito parecido com o que foi comprovado no "valerioduto" - nossos políticos são viciados em esquemas? - provavelmente estas somas lavadas pelas notas frias, em quase todas as campanhas, são aquelas famosas onças que passeiam nas casas, nas noites da véspera das eleições, como incentivo aos eleitores indecisos irem às urnas - entendem o que digo!?
  • Raul Castro já prometeu mudanças para Cuba, mas diz que tudo que for fazer consultará Fidel, brincadeira! (ou tem mudanças, ou Fidel manda, qualé!!) Na expectativa que hajam tais mudanças, o Congresso dos EUA já deu seus primeiros sinais de fumaça, pedindo amenização do embargo à ilha;
  • Outra dos yankees: os americanos têm sérios problemas de saúde devido não aceitarem fazer exames de DNA para verificar se são portadores de doenças genéticas, temendo perderem seus empregos, ou não serem admitidos. Desta forma, só se tratam quando as doenças já estão em estado avançadíssimo. Como um dos piores serviços de saúde pública do mundo é nos EUA, a população teme descobrir cedo a doença, porque quem pagará seu tratamento? - isso é ponto positivo pro SUS, que, apesar dos pesares, ainda é o maior plano de saúde do mundo. Embora muitos o condenem devido casos desastrosos que acontecem, se formos à ponta do lápis veremos que esses casos desastrosos são poucos em relação aos sucessos.
  • A saúde possui a média (no mundo) de 10% de casos perdidos ou de erro de procedimento - muito alto, se considerarmos que a indústria só se permite 2% - e os erros mais comuns na medicina norte-americana são a incisão no lugar errado e a queda do leito;
  • Quê que o IBAMA foi fazer na clínica estética que gastou mais de 1 milhão de reais? - por mais que queiram explicar, não tem explicação que convença (nem senado que puna)
  • "Quero meu dinheiro e sem desconto, porque isso é dinheiro roubado" - frase de um deputado alagoano gravada pela PF, e que faz parte de uma investigação na Assembléia Alagoana;
  • O Deputado Ivan Valente (PSOL-SP) conseguiu mais do que o número necessário de assinaturas para a CPI DA DÍVIDA PÚBLICA. Informou à imprensa que em 20 anos a dívida subiu de R$ 100 bilhões para R$ 1,3 trilhões, sem sequer haver sido explicado o porquê...
  • Ai, ai, ai...

2 comentários:

Nóis disse...

incrível como adoro sua forma de comentar os fatos!! cara me amarro em ler suas/nossas notícias...

engraçado que nã otenho o menor saco para lê-las no jornal... mas sempre vale dar uma passada por aqui, seu tom irônico (que eu gosto muito) me faz estar sempre por aqui.

até.

Vênus disse...

Oi,querido
Concordo inteiramente com o casal "Nóis"...leio tudinho com o maior prazer e parece que li todas as notícias do mundo!Adoro!

Beijos