segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Safira se indigna

Praia de Iracema - www.msbessa.com


Ía eu pelas ruas de Fortaleza, num passeio pelo centro da cidade, que já não é mais o mesmo, pois com as criações dos shoppings centers a população migrou para os Malls, diminuindo muito a população de compradores no centro da capital cearense. Como gosto de pontos turísticos e de passear pela cultura e pelo passado da cidade visitei alguns locais, que quem for lá não pode deixar de visitar.

Fui encontrar-me com Rui, o autor deste blog, e ele me levou pra conhecer tanta coisa bonita em Fortaleza que achei que uma semana seria pouco, para tanto. Conheci o Theatro José de Alencar, um primor em arquitetura teatral; o Museu do Ceará, que mostra toda a história política e social da cidade; de lá seguimos para a Praça do Leões, o Mercado Central, o Museu da Fortaleza de Nossa Senhora de Assunção - onde funciona hoje o QG do Exército; vimos o Passeio Público - que virou local de prostituição; vimos a Praça do Ferreira (antiga Praça do Relógio); a Cidade da Criança. Fomos ao Museu da Imagem e do Som, com riquíssimo acervo de filmes e discos.

Visitamos o Beach Parque, excelente parque aquático, muito lindo... vimos também o Centro Cultural Dragão do Mar. O Dragão do Mar é um complexo cultural, que comporta o Museu de Arte Contemporânea, a Casa do Vaqueiro (museu que mstra a vida e a cultura do vaqueiro dos sertões), outro Museu, cujo nome esqueci, e o Planetário - um excelente local para lazer e aprendizagem. No Dragão do Mar tem ainda dois teatros e duas salas de projeção de cinema e um conjuno de bareszinhos bem pitorescos... é maravilhoso aquele chopp de vinho, a música ao vivo.

Tem os grandes shoppings centers, Iguatemi, Aldeota, Del Paseo, North Shopping, e os gostosos e pequenos Benfica e Center Um. Muitas pracinhas legais e um maravilhoso sistema de ônibus...

Cansada, pedi ao Rui para sentarmos e comermos algo bem comum de Fortaleza e comemos umas deliciosas tapioquinhas com café (não foram pagas com cartão de crédito)...

Já estava no terceiro dia em Fortaleza, quando fomos passear na Praia de Iracema à noite. Sentamos num barzinho no calçadão e começamos a beber umas cervejas, nisso nos apareceu um senhor bem idoso, nos pedindo esmola... o dono do bar não gostou e veio enxotar o senhor, eu intervi e o convidei a sentar conosco na mesa... o Rui não fez menor gesto de contrariedade.

Pedi um bom sanduiche pro senhor e refrigerante, ele preferiu um caldo de peixe.

Conversávamos sobre muitas coisas, quando uma dessas pick-ups 4 x 4, com um senhor de seus 40 anos dirigindo, passou por nós e o motorista ficou olhando...

Durante a conversa percebi o bom português do Sr. Osvalri, ele nos contou que tivera uma rede de lojas de eletrodomésticos no Ceará, bem como investiu em pousadas e veículos. Contudo, ao completar 60 anos teve um acidente cardio-vascular e ficou internado por alguns dias... nesse período seus dois filhos (um casal) o interditaram na justiça, com alegação de que não teria mais condições de saúde de gerir seus próprios negócios...

Através de artifícios que nossa lei permite, seus filhos o excluíram das sociedades e dividiram os bens entre si. Quando teve alta do hospital, seus filhos lhe deram uma casinha na periferia de Fortaleza e disseram que não lhe dariam mais nada, pois ele não aprovara seus casamentos e não gostava de nora, que é médica, nem do genro, que é advogado. Assim, com a manipulação médica os atestados sempre apresentavam deficiência física, mental e emocional para a execução dos trabalhos, e por mais que procurasse os meios legais, as amizades do filho no judiciário nunca permitiam que ganhasse a posse e a gerência das empresas e bens.

Ele informou-me que quem dirgia aquela pick-up era seu filho, que o odiava muito. Seu filho tem uma grande empresa de transportes autoviários. Indignada com isso, não posso mais dizer que minha viagem ao Ceará foi a melhor viagem de minha longa vida.

3 comentários:

tita coelho disse...

Que barbaridade! É de se indignar mesmo!!
beijos

Liz / Falando de tudo! disse...

Bonjour,
Passando so pra dar uma olhadinha e te deixar um convite pra vim também conhecer meu cantinho...talvez nossos blogs nao se identifiquem muito, mas como dizem: as diferenças se completam!!
A revoir...

.:Tati Sabino:. disse...

...historias como esta acontecem todos os dias em todos as cidades, sejam elas grandes ou pequenas... Mas será que este senhor, o "pai" não teria nenhuma culpa? Nós pais somos ou não responsaveis pelo alicerce?? Será que tudo que eu ensino ao meu filho não servira de nada no futuro? os principios, os valores e principalmente o amor e o carinho que trasmito ao meu filho sumirá no tempo??
lamentavel amigo..

Olha só..obrigada pelo belissimo comentario la na minha casinha, que bom que tenha gostado do meu canto, sinta-se a vontade para voltar sempre que quiser...
BJO!!