quinta-feira, 1 de maio de 2008

Sabendo-me


Meu, vô, meu pai, meu irmão
o mundo em construção;
ninguém constrói sua vida sozinho,
ninguém constrói-se só, também;
pudera saber quem eu sou
ou quem eu estou sendo
para me re-construir.

Quero saber quem eu sou para ti
saber quem eu sou em ti, em ti e em ti...
todos que lêem aqui
ou ali...
quero saber quem eu sou para mim.

Ah, como é bom saber-me mutante
e senhor de mim
podendo tornar-me no que quero,
tijolo a tijolo construindo a mim
e meu mundo
dentro e fora do que sou
neste constante por-vir.

2 comentários:

BRUNO LEONARDO disse...

Falaí....O urubu vai ciscar em cima do cachorro no domingo,aguarde!!

Adorei o seu versejar...Re-construir-me ,tijolo por tijolo. tb é meu objetivo atual..

Rui
Vou propor um tema para uma postagem coletiva para o dia 4 de maio(próximo domingo) sobre CIÚME VIRTUAL,onde cada um vai colocar o que quiser como entender..convido-o a participar...Vou colocar uma imagem para o tema no meu Blog.Espero que aceite!

Abraço

Van disse...

Sabe-te pra ti primeiro.
E os outros te serão nítidos.

Mudar é a única realidade definitiva!
Quem me dera ter dito isso!
Mas foi BUDA.

Beijuca