sábado, 28 de junho de 2008

Serial Killers

Segundo pesquisa do que seria IML novaiorquino, os serial killers americanos recebem, em média, 100 cartas por dia (cada um) de pessoas do gênero mais agredido pelo(a) assassino(a). O mais incrível é que a maioria das cartas (70%) são declarações de amor. É triste saber que o número de mulheres serial killers é muito próximo ao número de homens assassinos em série

4 comentários:

ERIKA disse...

olá,Rui
Desculpe a demora em vir aqui...minha vida é um turbulhinho,nem faz idéia!

Puxa,a baixa aut-estima cresce a cada dia!!

Beijos

Amigao disse...

É amigão, que esquisito né? As pessoas querem emoções de qualquer jeito.

Mari disse...

Oi,sumido

Mas,então...Os nomes destes assassinos estão gravados no consciente coletivo dos americanos(mais americanas,pelo visto) graças à cobertura em massa dos jornais, livros, filmes e documentários de TV...nesse caso...

Abraço e ÓTEMO domingo!

Clau disse...

Incrível isso,né Rui!

É como se diz:"A normalidade não existe!Não queira encontrar alguém normal neste Universo!"

bjs