quarta-feira, 3 de setembro de 2008

Eu, por mim

Tenho chorado muito ultimamente... não sei bem o porquê, mas meus olhos logo choram... choro até assistindo propaganda... se eu fosse mulher teria certeza estar na TPM - MEUS NERVOS ESTÃO À FLOR DA PELE e oscilo facilmente (estou bipolar????)
Sinto falta de uma família para amar, amigos de infância para ler e conversar... todos os meus estão tão longe... tenho comigo minhas duas filhas, mas estão na adolescência e sei que lhes incomoda ver seu pai se derreter em carinhos - mantemos uma distância respeitosa e afetuosa, mas sem toques, sem abraços...
Sofro a falta de irmãos (somos onze), o mais próximo mora a 150 km, e não posso visitá-lo, pois vive viajando...
Sofro a falta de amigos de infância - nunca os tive... viajávamos tando que quando os colegas começavam a tornar-se amigos, tínhamos que pegar as malas e viajar novamente - a vida de viajante trouxe muitas experiencias boas e conhecimentos, mas eu quero a solidez das amizades... raízes... sinto falta de raízes, de algo que me prenda a alguém ou a algum lugar...
Ando tão falto disso tudo que enquanto componho este post já fui duas vezes ao banheiro lavar o rosto - afinal estou no trabalho e pega mal um tiozão de seus 43 feitos recentemente, ficar com olhos d'água...
Desculpem-me meus leitores, mas eu tinha que falar isso senão explodia... lá vem água de novo, bye

4 comentários:

Anônimo disse...

Essa crise é flórida. A próxima é legal, aconteceu comigo aos 48. Fiquei com medo de ficar broxa aos cinquenta e saí comendo todo mundo. E como é que sai dessa agora?

Vanna disse...

Nossa, é suprendente ler isso d um homem. É bom saber q vcs são normais, bom, pelo menos alguns. Olha, nós mulheres superamos esses momentos buscando os amigos, os parentes, os filhos (estes sempre nos enxotam, mas não podemos deixá-los nos deixar, d certa forma eles nos devem isso. Não é tirar-lhes a vida, mas fazer parte.) Sei bem o q estás sentindo, mesmo estando bem isso ainda é meu mal.
Abraços, fique em paz.

Bruno Leonardo disse...

Oi,Rui
Puxa,cara vc não está sozinho!Não pense que isso é privilégio seu.Eu,com esse "jeitão de carioca exagerado que não liga pra nada" tb tenho meus momentos de solidão completa..e olha que tenho pai,mãe,irmãs muito legais e bastante brothers...mas essa solidão está entranhada em nossa alma...fazer o quê?Crise existencial,na certa!Mas,isso passa...vc sabe mais do que eu que passa..
Grande abraço

Bruno
bruleo@msn.com

Amigao disse...

Epa amigão
toma lá um abração bem apertado aqui do seu amigão.

bom final de semana