sexta-feira, 14 de dezembro de 2007

A maldição de ser bonita


Tanto homens como mulheres trazem formado o estereótipo no qual quem possui beleza física não pode ser inteligente, principalmente se a beleza tiver um forte efeito de sedução.
Vemos muitas belas mulheres sofrendo o estigma da beleza, mulheres inteligentes, alegres, bonitas (muitas delas lindas), capazes, práticas, etc, etc. Mas encontram-se fristradas por não conseguirem espaço digno de sua competência profissional.
Quando seus patrões são homens, muitos procuram logo "tirar uma casquinha", ou promover o mais rude e descarado assédio sexual. O machismo deles faz com que sempre olhem para as mulheres como excelentes pedaços de carne que andam, riem, cheiram bem e transam. Estes exemplares da espécie humana (se os trato como animais, é porque não passam disso: mamíferos) ao olharem para uma mulher tiram as seguintes conclusões:
- se ela encara - ganhei, essa encara a gente de frente;
- se ela fica rubra e abaixa a cabeça - essa é minha, olha como ficou tímida, já ganhei;
- se ela o encara - ooba, decidida, ganhei essa;
- se ela o afronta "qualé meu!" - tá violenta pra esconder, né, safadinha, já ganhei também;
- se ela nem olha pra ele - esnobe, quem desdenha quer comprar, ganhei;
- se desvia o olhar - é tímida, por quê? porque já ganhei;
- se ela diz que não se interessa por homens - tá fgindo de quê, você precisa é de um homem como eu;
E assim, estes homens tem suas mulheres como troféus.
Se o patrão da mulher bonita e inteligente for uma mulher, a concorrência entra em campo. A patroa vai procurar defeitos de todas as formas, física, emocional, intelectual... e se não achar tais defeitos, a coitadada mulher bonita tá perdida! E ainda corre o risco da patroa dizer que ela está usando roupas provocantes, dando em cima dos funcionários, ou pior, de seu marido...
A gente vê o estereótipo bem presnete quando alguma aluna bonita desenvolve um bom texto, ou consegue decifrar bem Espinoza, Lacan, Voltaire, Comtè, Gaddamer etc, e vemos na cara dos professores aquele olhar incrédulo "de quem ela pescou isso??!!"
Meninas e mulheres, que as pessoas com quem vocês estão ou estarão valorizem seus dotes intelectuais, porque não há nada mais belo numa mulher que a inteligência, pois todos, todos os corpos envelhecerão, todas as peles enrugarão, todas as musculaturas ficarão flácidas e se forem inteligentes todas as mentes amadurecerão.
Nós não somos as cascas, somos o recheio. Os corpos são as embalagens, o recheio é que somos nós. O que adianta uma bela embalagem de um flan de bosta??
Quem pensa que Vinícius acertou ao dizer que as feias que me desculpoem, mas beleza é fundamental deveriam assistir "Vanila Sky", vejamos o que realmente é belo e definamos o que é efêmero e o que é real.

3 comentários:

Vênus disse...

Olá,Rui
Muito bom este texto...realmente isto é verdade,mas o que mais incomoda é o preconceito de "se é bonita,loura é burra!" Muito vulgar,isso..
Obrigada por essa campanha de defesa às mulheres!

Van disse...

Vanilla Sky!
Belo filme!

Também sou sempre a favor do recheio!
Recheio é que alimenta!

Gosto de ver as coisas com os olhos de dentro!!!!

Querido, quantas palavras deliciosas você vem me deixando.... Será que mereço tanto? A intensidade poética de que tanto fala.... Creio que vem de ti e dos teus olhos. É você que me vê assim. Como um reflexo de si, num espelho nítido.

Deve ser isso....

Mas estou adorando.
;)

Beijucas

D'avinci disse...

quero aqui ressaltar q mulheres são como vasos...tem de ouro prata e de barro...mas o q realmente define o vaso e sua capacidade de conter algo..foram feitos pisso conter algo...o q importa realmente é o conteúdo..a essencia q esta novaso e n seu modelo estético...Henrique