terça-feira, 22 de janeiro de 2008

Ai, ai, ai...


www.educ.fc.ul.pt/docentes/opombo

Meu televisor me despertou com o noticiário:

  • Uma fazenda de Juan Carlos Abadia foi leiloada ontem pela bagatela de R$ 870 mil, pois havia sido avaliada em R$ 1,7 milhão. 50% de desconto é bom, mas (sempre tem um mas)

  • ... o MST a invadiu exigindo que o INCRA comprasse a referida fazenda para dividir com eles. O INCRA disse que não poderia fazer isso, porque 80% da fazenda é de área de preservação ambiental. O MST então propôs que a fazenda fosse transformada em centro de recuperação de toxicômanos. Poonto pro MST, pela visão social;

  • A febre amarela já pode ser considerada endêmica, vejamos porque: o Governo afirma que sempre houve casos de febre amarela, e mortes. Sim, em áreas restritas, em número menor, etc, mas quando passam a surgir muitos casos em áreas em que não seria normal acontecer, e levando a 9 óbitos em pequeno espaço de tempo, torna-se fator de risco endêmico... Será que nossas autoridades de saúde pública não fizeram as disciplinas de epidemiologia em suas faculdades? ou será descaso mesmo...

  • A Petrobrás anunciou a descoberta de mais uma reserva de petróleo. Já tô farto disso! Nos municípios de Itapipoca e Trairi (ambos no Ceará) há mais de 50 poços lacrados, são os chamados "poços de reserva estratégica" que a Petrobrás mantém para quando a reserva de Mossoró esgotar...

  • Isso me conduz a um outro problema: fala-se em descobrir novas fontes de energia, qual o quê! Acabar com a combustão de fósseis vai dar prejuízo pra MUITA gente MUITO rica, que como sabem que não são eternos, tão se lixando pras próximas gerações, e cantam "se o pirão é pouco, o meu primeiro" - como leio isso, a Petrobrás é uma empresa que visa lucro financeiro, e seu papel social fica restrito ao apoio à cultura, etc, etc, mas para meio ambiente necas-e-pitibiribas, poderiam investir mais em pesquisa para outros combustíveis menos agressivos à Terra, bem como novas tecnologias sem ser a combustão;

  • "Olha propinaí, minha gente!!", o PSDB só pagou 9 milhões dos 19 que deve pela campanha à presidência de Geraldo Alckmin. Como já vai iniciar nova campanha, e certamente serão gastos mais alguns milhões, vêm aí as perguntas: após as eleições, se o PSDB eleger muitos prefeitos e vereadores por Brasil a fora, quem pagará a conta? E se não eleger? Bem, se eleger a gente sabe que quem vai pagar é a população, pois virão acordos, empleiteiras e aquela velha novela que a gente já conhece desde que o mundo republicano tornou-se real no ocidente;

  • e se não eleger, então veremos alguns acordos bastante esquisitos. Ou vocês realmente acham que o PSDB e o então PFL não cassaram o Lula no "valerioduto", no "mensalão" e em outras bossas porque não tinha competência ou ferramentas suficientes para isso? Então, vá pra casa correndo que emmarço o Coelho da Páscoa vai te visitar... Provavelmente caiu dinheiro, como diz o forrozinho "dinheiro na mão, calcinha no chão", e assim todo o povo vai se fu...

  • Volta e meia os problemas não resolvidos voltam à baila. Falemos das cotas étnicas e sociais nas universidades (lembremo-nos, a raça é a humana, a etnia é negra, amarela, vermelha, xadrez, listrada...). Elis Wendpap conseguiu no Paraná entrar na universidade por medida judicial, e em Santa Catarina o Ministério Público acabou com essa discussão, pois disse que precisa de lei complementar que regulamente o assunto. Vamos e convenhamos, superproteger etnias e classe social é racismo e preconceito social, pois é admitir que tal etnia ou classe social são incapazes. É como dizer que o sexo feminino é mais frágil e precisa de proteção, isso é machismo... nossa lei é machista e acha que a mulher, por ser mulher, precisa de amparo e proteção que o homem não;

  • Jobim, não o Tom, disdisse tudo o que havia dito quando assumiu a aviação no país. O caos voltou, voltaram os vôos normais em São Paulo, a punição às companhias aéreas não foi falada, etc, etc. Tudo volta ao normal, na casa do anormal;

  • A afirmação do Lobo Mau, ôba, Lobão, quando de sua posse de que não está sendo tutelado pela ministra da Casa Civil, Dilma Rouseff, convence tanto quanto o redemoinho ser "arte do Saci". Porém, como o desacreditado Presidente Lula (cheio de tentáculos) falou que se "um companheiro é indicado por um partido político, a mim me reservo o direito de receber de braços abertos", cuidado Lobão, a ministra, a PF, a Inteligência e até o BOPE devem estar de olho em você (quem dera!!);

  • A crise econômica norte americana = crise das bolsas. Vamos tentar explicar o porquê dessas cíclicas crises: digamos que você é dono da empresa XYX, e que seu patrimônio (da empresa) hoje é de R$ 100.000,00, mas você precisa de dinheiro para investir em novos equipamentos, matéria prima, pessoal, exportação, etc etc... Mas como capitalizar? Você divide a sua empresa em cem quotas de R$ 1000,00, e vende. A essas cotas damos o nome de ações... Bem, assim, 100 pessoas comprarão as quotas, a empresa ganhará mais R$ 100.000,00 para investir. A partir de então cada acionista será dono de 1/100 da empresa. Se ela lucrar, eles lucram, se ela tiver prejuízo, eles têm prejuízo... E assim vai indo o baile. Suponhamos que a empresa é uma empresa de fabricação de móveis, e o IBAMA resolve proibir a extração do PINOS, ou de qualquer outra madeira nobre, isso certamente afetará a produção da empresa, então seus investidores tentarão vender suas quotas para pegar o dinheiro e investir noutro lugar, antes que a empresa tenha prejuízo. Essa corrida à venda fará com que o preço das quotas caiam, porque quando a oferta é muita, o preço cai. Quando, porém, acontece alguma coisa que põe em risco o lucro da empresa XYX, ou quando os investidores quiserem seu dinheiro de volta, a empresa não terá o capital da empresa para ressarcir seus investidores e isso implicará grande crise, devido a queda.

  • O que ocorre hoje na economia norte americana é que abateu-se uma crise na construção civil, pois com a globalização, os investidores começaram a investir mais fora dos EUA que em construção de prédios e casas, bem como as seguradoras começaram a negar seguro residencial, devido incêncios, enchentes, etc... com isso começou a venda das ações das construtoras para investimento em papéis bancários ou fora dos EUA, depois abateu-se o medo da era Bush, pois está findando o mandato do cara-de-pau e isso cria incertezas e especulações. Ora os donos do dinheiro das empresas têm medo de quebra e vão tentando resgatar o máximo de dinheiro que podem. Para pegar dinheiro, têm que vender ações e se querem vender têm que abaixar o preço, então surgem as quedas das bolsas. E o quico? (e o quico tenho com isso?!)

  • O que temos a ver com isso!? A queda que vemos na bolsa brasileira se deu porque investidores estrangeiros têm tirado o seu rico dinheirinho daqui para cobrir buracos que surgiram lá fora... ainda acredito que podemos reagir bem a essa crise internacional e nos sairmos muito bem... mas como o Desacreditando Lula da Silva disse isso, começo a pensar que tamo ferrado, meu!

2 comentários:

Marcos disse...

A substituição dos combustíveis fósseis pelos renováveis é irreversível, mas não é coisa de dez ou vinte anos. Substituir tecnologias é muito caro e mexe com muitos interesses políticos, economicos e estratégicos. Vide o caso dos trens no oeste estadunidense. Os donos de terras, vendedores de cavalos e donos de transportadoras se rebelaram contra a mudança. Alegavam desemprego, quebradeira das empresas estabelecidas, acidentes grandiosos... A história provou que estavam errados. O fato da Ferrari ter lançado um carrão movido a etanol é emblemático. por enquanto apenas uma propaganda da marca que quer mostrar-se ecologicamente correta, mas chama a atenção de maneira incisiva para esse tipo de combustível.

Ordisi Raluz disse...

Grato pela visita e comentário.

Abrs.