domingo, 16 de março de 2008

Se todos os poetas do mundo se encarnassem em mim talvez eu tivese palavras para dizer para ti o que sinto, o que sei, o que penso... mas minha pena rude não traduz em linguagem legível o que sou, e me escondo dentro de mim calado imóvel silente para que minhalma pulsante possa viver intensamente tudo o que sou

4 comentários:

Vênus disse...

Oi,querido
O silêncio fala mais do que mil palavras,não é mesmo?
O que importa mesmo é a alma pulsante e o viver com amor.
Tá ficando muito romãntico,hein..tá amando??rs
Bjs

Marcos disse...

Algumas palavras devem ser ditas, mesmo que as pernas bambeiem.

Van disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Van disse...

Meu querido e sumido amigo....
Viver dentro de si mesmo é coisa para poucos e sábios.
Encontrarmo-nos vividamente com nossa própria alma pulsante e intensa é um dom.
E creio que você o tem.

Desculpe o sumiço também.
Viajei. Me isolei. Perdi. Me afoguei.
Mas voltei......
Voltei para mim.

Só falta voltar tu, meu querido.


Espero que esteja bem e se recuperando de seja lá o que for!
Se precisar, tamos aí.

Beijucas + saudades