sábado, 7 de junho de 2008

Incerteza

O ruim de aguardar não é a espera é a incerteza. Como ter certeza se minha vida é tão cheia repleta de surpresas?... grande parte más... Nunca tenho paz, sempre tensão sempre amar errado sempre esperar quem não vem, ou vem, mas nesse esperar esse esperar não me dá certeza Sofro aguardando, querendo um sim só tenho talvezes, mesmo que sejam sim no final. durante toda a espera, talvez. Ter-te, enfim, comigo é o sonho, aguardar-te é o cochilo, a ânsia, a falta, a dor-de-cabeça, a incerteza.

6 comentários:

BRUNO LEONARDO disse...

Fala,Rui
Pra que vc quer ceerteza nesta vida,cara???O bom mesmo é a incerteza..
Há um Mestre indu (osho) que dizia que a única criatura que tem certeza nesta vida é o 'morto'..Por quê?Porque a ele não pode acontecer mais nada...

Claro que sei que a poesia não é auto-biográfica..nem o comentário hauhauhau

abraço

BRUNO LEONARDO disse...

Ah...mas é muito bonita!!!

Débora disse...

Oi,amigo

Pronto..já me colocaram no tronco!!
Nossa..quantos posts seus eu perdi..,mas,prometo ler aos poucos.

Gostei do poema...gosto quando homens se colocam com alma feminina,sem medo de falar de sentimentos,mesmo que não sejam os seus!

bjs,querido

tita coelho disse...

Linda a poesia Ruy, gostei demais!
abraços

Flávia & Kbça disse...

Amigo, a incerteza precisa existir, pelo menos vejo assim, para que tenhamos certeza de que o que fizemos foi o certo ou para que possamos nos surpreender.
Acredito que mesmo que confie no seu potencial, a incerteza (pra mim, medo) é importante para que a dedicação seja maior.

como é bom ler esses seus textos!!

até.

Vênus disse...

Rui

Espero que o seu sonho se realize e que vc cochile muito neste aguardo!!
Incertezas??Eu tb as tenho..
Grande beijo